sábado, outubro 14, 2006

Os Voos Da Cia

Cabine do Gulfstream V, o avião usado pela CIA (Fonte: Airliners.net)


A única dúvida que a meu ver colocam os voos da CIA transportando prisioneiros está em saber se as autoridades portuguesas autorizaram o espaço aéreo e o território nacional para actividades que violam as regras internacionais ou se o fizera abusando da boa-fé e das facilidades existentes nos aeroportos, as mesmas facilidades que se destinam a facilitar a mobilidade dos cidadãos e que permitiram à Al-Qaeda atingir Nova Iorque e Washington.

A não ser que os serviços de informação estejam atentos e a monitorizar os movimentos dos agentes da agência de informação norte-americana é pouco razoável que as autoridades que actuam nos aeroportos, Alfândegas e Serviços de Estrangeiros e Fronteiras, dispusessem de informação que justificasse a vistoria dos aviões e a identificação rigorosa de todos os passageiros. Não é essa a prática nos portos ou aeroportos, não seria razoável nem mesmo exequível, e muito menos seria estando em causa um país supostamente amigo e aliado.

A grande dúvida está em saber se abusaram da boa-fé ou se beneficiaram da autorização tácita de quem na ocasião mandava no país, Durão Barroso e Paulo Portas, dois admiradores confessos e apoiantes das políticas e práticas de George Bush.

Se abusaram da boa-fé de um país amigo estamos perante uma situação grave, significa que quando um cidadão norte-americano entra em Portugal como turista ou homem de negócios dever ser olhado com desconfiança. Se beneficiaram do apoio dos governantes portugueses é ainda mais grave, significa que estes usaram o país para facilitar práticas ilegais a aliados políticos.

Que os americanos usaram o território nacional para transporte de prisioneiros já ninguém tem dúvidas, que isso ocorreu durante o governo de Durão Barroso também é pacífico, o que importa agora saber é se a Europa tem à frente da Comissão alguém que prestou tão ignóbil serviço à CIA ou que é tão pateta que se deixou enganar pelos seus amigos, que o tinham em tão elevada confiança que nem se deram ao trabalho de o informar do que estavam fazendo no país que ele próprio governava.

No que respeita a Portugal a única dúvida está, portanto, em saber se a Europa tem à sua frente um homem que enquanto governou este país foi um pateta ou um sacana, e que agora mantém um silêncio cobarde como se nada tivesse que ver com o assunto, enquanto os seus companheiros do PSD se armam em hipócritas e usam a sua actuação para incomodar o Governo.

Umas no cravo e outras tanta na ferradura

FOTO JUMENTO

Parque das Nações

IMAGEM DO DIA


[Marcos Borga / Reuters]

«Un peregrino con su cruz llega al santuario de la Virgen de Fátima: celebran el 89º aniversario de la última aparición de la Vírgen a los tres pastorcillos.» [20 Minutos Link]

JUMENTO DO DIA


A sexta-feira dia 13 do Governo

As declarações do ministro da Economia, assegurando que a crise tinha acabado, foi o azar reservado para o Governo nesta sexta-feira dia 13. Com um orçamento restritivo para aprovar, com empresas a fechar, com o desemprego ainda fora de controlo a declaração do ministro das Finanças só poderá ser entendida como um momento de idiotice. A partir de agora sempre que Sócrates anunciar mais um aperto vai haver alguém que lhe recordar as declarações do ministro da Economia.

PCP 1 - 0 BE

Mais do que uma demonstração de força face ao Governo, a manifestação de Quinta-feira foi um demonstração de força e de capacidade de mobilização das estruturas do PCP, que desta forma reduziram a zero a marcha pelo emprego do Bloco de Esquerda. É o Bloco de Esquerda, mais do que o Governo, o maior perigo para o PCP.

MAIS UM ERRO DE AMARAL TOMAZ

O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais é uma daquelas personalidades de quem se pode dizer que "cada cavadela uma minhoca", cada vez que abre a boca ou entra mosca ou sai asneira, sempre que propõe alguma coisa é o que se viu com a questão do levantamento do sigilo bancário a quem reclamasse do fisco. Estava-se mesmo a ver que estávamos perante uma grande idiotice e só não se entende como ninguém do PS reparou nisso. O melhor é que Sócrates nomeie alguém para acompanhar este secretário de Estado, antes que dê mais prejuízos ao Governo.

MAIS UMA DO ZÉ DAS FRITES

Há dias o Comissário europeu G VERHEUGEN, de nacionalidade alemã, queixou-se do poder excessivo dos funcionários europeus (leia-se funcionários da Comissão Europeia). Dizia ele que os desenvolvimentos operados nos últimos decénios legaram um poder tal aos funcionários (tecnocratas, burocratas, etc....) que o papel mais importante de um Comissário europeu (o equivalente de um ministro) seria o de controlar o aparelho. Adianta ele que, mesmo se formalmente são os Comissários europeus que decidem, os funcionários, no âmbito das suas relações com os Estados Membros ou com o Parlamento Europeu, transmitem as suas opiniões pessoais como se da posição da Comissão se tratasse.

Acusações sem dúvida graves, especialmente para um homem da sua posição!

Solicita, a Comissária V. Reding, de nacionalidade Luxemburguesa, veio imediatamente dizer que não senhor! Era ela que decidia e mais nada!

Saíram os sindicatos em defesa da função pública europeia (que peça desculpa ou se demita) e até o Financial Times se meteu ao barulho com um artigo bastante crítico para o sr VERHEUGEN acusando-o de misturar vida privada com as suas funções de Comissário Europeu; é que o dito, apesar de não ter sido apanhado com as calças na mão como um determinado chefe no fisco, nomeou a sua "amázia" como chefe do seu gabinete!!!!! Afinal os escândalos deste tipo, de entre os quais se deve realçar a nomeação do dentista da Sra Cresson durante a presidência de J Santer e que levou, entre outras razões, à demissão do colectivo de Comissários, não é apanágio da administração pública portuguesa.

Mas a "cerise sur le gateau" foi colocada pelo nosso ilustre representante Zé das Frites!!!!

Aproveitou a sua visita à Alemanha, no âmbito da preparação da presidência, para responder a umas questões do mesmo jornal ao qual o sr VERHEUGEN se tinha "queixado". Lá fugiu com o rabo à seringa dizendo que era uma organização muito complexa, que existem sempre neste tipo de organizações várias tensões criativas entre os que decidem e os que têm de implementá-las, etc., etc. Mas lá se saiu com a frase mágica: "uma parte importante do sucesso da União Europeia deve-se à elevada qualidade dos funcionários da Comissão. As suas qualificações são, de longe superiores às dos funcionários públicos dos Estados Membros".

Engraçado! Se uma parte substancial dos funcionários comunitários provém das administrações públicas nacionais, como é possível que tenham qualificações bastante superiores às dos que lá ficam. Então um funcionário público português só porque passou um concurso de admissão para o funcionalismo público europeu é mais qualificado do que aquele que, por razões diversas, nem concorreu? E o funcionário comunitário que regressa à sua administração? Pelo facto de mudar deixa de ser altamente qualificado?

Oh Zé! Vai lamber sabão! Não é preciso lamber tanta bota (são cerca de 25.000 os funcionários da Comissão) para que te considerem um bom presidente! E também não é preciso lamber tanta bota para voltar a ser reeleito, se bem que nós saibamos que para atingires o objectivo estás disposto a isso e a muito mais! [Finantial Times Link]

AS REFORMAS DE SÓCRATES

Na opinião de Vasco Pulido Valente:

«Sócrates já tinha prevenido que este ano seria o pior, mesmo se tudo corresse bem e nem tudo, evidentemente, correu bem. Não admira que o protesto aumente à medida que o Governo vai "cortando" nisto e naquilo e espremendo o cidadão com grande persistência e método. A direita está encantada com este PS, que faz por ela o "trabalho sujo", à sombra de uma vaga autoridade de esquerda. O que, de resto, nem sequer é novo. Só no PS se começa a sentir uma certa inquietação, que a iminência do congresso encoraja e anima. Mas nem a direita tem razão para se alegrar, nem o PS de se inquietar. A direita toma Sócrates por uma espécie de liberal moderado e a o PS vê nele um Blair à portuguesa (sem saber ao certo o que foi Blair). Não o perceberam. Sócrates quer o poder para ele e para o PS. » [Público assinantes Link]

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Afixe-se.»

MAIS UMA DO DIVINO?

TC chumba contrato da AR com empresa do Grupo Espírito Santo:

«O Tribunal de Contas (TC) considerou “nulo” o contrato da Assembleia da República (AR) com a agência de viagens Top Atlântico, do grupo Espírito Santo, para o fornecimento de serviços de viagens e alojamento aos deputados em 2006. O organismo presidido por Guilherme d’Oliveira Martins baseia a “recusa do visto” com a ausência de concurso público. Pelo serviço prestado entre 1 de Janeiro e 3 de Julho, data em que vigorou o contrato, a Top Atlântico recebeu 662 912 euros, 49 por cento do montante total contratado para este ano.» [Correio da Manhã Link]

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Averigúe-se por razão cada cavadela no Grupo BES dá uma minhoca e se os responsáveis da AR já foram chamados a dar explicações.»

PREOCUPANTE

Peso da burocracia imposto às empresas custa 3,5% do PIB:

«Quanto custa às empresas portuguesas o preenchimento dos inúmeros documentos informativos exigidos pelo Estado? Nas estimativas da Associação Industrial Portuguesa (AIP), esse montante ultrapassa 3,5 por cento dos 150 mil milhões de euros do PIB (produto interno bruto). Em causa estão os encargos com a recolha, registo, processamento e transferência de informações que sejam necessários para cumprir leis e regulamentos, incluindo as horas de trabalho gastas nessas tarefas."Queremos simplificar a informação, que é um problema que existe a nível nacional; as propostas que temos para apresentar têm de ser vistas como um complemento ao Simplex [Programa de Simplificação Administrativa e Legislativa]", salientou ontem o presidente da AIP, Rocha de Matos, durante a apresenção do programa do Dia da Competitividade, que se realiza no próximo dia 25 na sala do senado da Assembleia da República. » [Público Link]

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «À consideração, para os devidos efeitos, dos responsáveis pelo Simplex.»

8540 CONTRIBUINTES COM CONTAS PENHORADAS

Pela Segurança Social:

«O Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social iniciou em Setembro uma acção nacional de penhora de valores depositados em instituições financeiras contra 8540 contribuintes, com a expectativa de recuperar 25 milhões de euros em dívida.» [Público Link]

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Dê-se conhecimento ao dr. Paulo Macedo, da DGCI.»

GOVERNO RECUOU

Na idiotice do levantamento do sigilo bancário para que reclamasse junto do fisco:

«O grupo parlamentar do PS pediu ontem que as propostas do Governo, do BE e do PSD sobre levantamento do sigilo bancário baixassem à comissão sem serem antes votadas em plenário. Um procedimento que, não sendo raro, denota alguma renitência em aprovar ou rejeitar algumas das propostas antes de um debate mais fino em sede de especialidade. Mas que pode significar um recuo do Governo na sua proposta, onde se pretendia proceder ao levantamento do sigilo bancário sempre que um contribuinte apresentasse uma reclamação ao fisco.» [Público Link]

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Solicite-se uma justificação ao secretário de Estado dos Assuntos Fiscais.»

IMAGENS ACTUALIZADAS DO SOL [Link]

EXPLOSÃO SUBMARINA

HARIER

PAVEL KRYUKOV [Link1][Link2]


A. ORLOV [Link1][Link2]


TOOZ [Link]


FELIX SHTEIN (MAKEUP) [Link]


NOVAS CADEIRAS DA DELTA AIRLINES [Link]


[2]

PDF PAD [Link]

Varios tipos de papel (milimétrico, logarítmico, etc.) pronto a imprimir.

BRIQUEDO A HIDROGÉNIO [Link]

CURIOSIDADE


[Autor: Link]

ASSOCIAÇÃO ABRAÇO [Link]

[2]

UNITED WAY

[2][3]

ALIANZA POR TUS DERECHOS [Link]

[2][3]