sábado, novembro 25, 2006

Porquê o PGR Passou a Ser Tão Importante?


De repente a Procuradoria-Geral da República passou a ser um dos locais mais concorridos da capital, são mais os que pedem ao Procurador-geral para os receber dos que se dirigem a Fátima para pedir os favores da Virgem. Dantes o que era possível solicitava-se ao Governo e se este não acatasse as preces ia-se ao Palácio de Belém no caso de se tratar algo do domínio do impossível, um milagre, a solução estava em Fátima. Agora a moda é ir ao Palácio Raton orar perante do altar do Pocurador-Geral.

Tem sido mais fácil ao Vaticano beatificar candidatos santos do que sucedeu com a escolha do último PG, o PSD foi mais exigente com os critérios de escolha do que os advogados do Diabo nomeados pelo Vaticano. E a razão é simples, o perdão da justiça terrena é bem mais eficaz e palpável do que se tem revelado a justiça divina.

Com o processo Casa Pia os políticos perceberam que os despacho dos Procuradores-Gerais podem ser mais eficazes do que os debates parlamentares ou mesmo que os outdoors de uma campanha política. Uma investigação pode ter efeitos mais arrasadores do que uma campanha eleitoral que custa milhões. Foi o processo Casa Pia que permitiu a sobrevivência política do Governo de Durão Barroso e substituiu a liderança do PS, foi muito mais útil do que a poderosa campanha publicitária paga pelo PSD (ou sabe Deus por quem) para levar o Durão Barroso ao poder.

O normal seria os portugueses avaliarem os políticos pelos seus contributos para o progresso do país, a justiça teria um papel marginal condenando os que em vez do interesse do país optam por estar ao serviço dos seus próprios interesses. O normal seria as legislaturas chegarem ao fim e os novos governos serem escolhidos em função dos resultados e das propostas alternativas. Mas com o processo Casa Pia os políticos descobriram que é mais fácil destruir um político com base em suspeições do que propondo alternativas.

Corre-se um sério risco de os portugueses passarem a escolher os políticos mais com base nas informações que lhes chegam com base nas fugas ao segredo de justiça, do que em função da forma como governam ou das alternativas que propõem, e nessa altura quem decide o futuro do país serão os que gerem as fugas ao segredo de justiça, os eleitores não passarão de marionetas nas suas mãos.Para quem não consegue suportar o facto de estar na oposição talvez seja uma boa estratégia, um qualquer processo teria mais efeitos práticos nas sondagens que teimam em ser negativas do que tudo o que se possa fazer para melhorar a sua imagem. Num tempo em que os golpes militares deixaram de ser moda, parece que os processos judiciais passaram a ser a forma mais democrática de mudar governos, até porque em vez de soldados são os próprios eleitores a executar o golpe de estado.

Umas no Cravo e Outras Tantas na Ferradura

FOTO JUMENTO

Centro Cultural de Belém

IMAGEM DO DIA

[National Geographic / EFE]

«El milagro de la vida. Una imagen de la gestación de un delfín en el vientre materno. Forma parte del documental de National Geographic titulado In the Womb: Animals (Animales en el útero). National Geographic ha logrado filmar la gestación entera, desde la concepción hasta el nacimiento, de un elefante, un delfín y un perro, con las últimas tecnologías de ultrasonido e imágenes en tres y cuatro dimensiones generadas por ordenador.» [20 Minutos Link]

[Max Rossi / Reuters]

«Cómplices. Dos carabineros italianos, vestidos de gala, se miran durante la cumbre entre Italia y Francia en la localidad italiana de Lucca.» [20 Minutos Link]

"AQUELE OLHAR ..." (n.º 11)

JUMENTO DO DIA


É preciso ter lata, aliás, mesmo muita lata

Há tempos, aqui no palheiro, comentámos o facto de Santana Lopes se ter referido no seu livro à famosa "facada" que o Zé das Fritas deu para ser eleito presidente da Comissão Europeia. Facto aliás noticiado no Expresso de sábado passado. Não sabemos bem se pretendendo desmentir o desmentido do Santanete, ontem saiu-se com mais uma preciosidade relativamente ao seu carácter... e deu como exemplo justificativo da sua o facto de ter ido servir uns cafezitos aos Açores. Ah ganda Zé!!!! Só te falta a reacção oficial! Corrobora isto a ideia que os políticos da sua geração sofrem quase todos de um enorme defeito genético.... A falta de sentido de Estado.

A CORTESIA SEGUNDO O MILLENNIUM

Portugal tem destas coisas, hoje fiquei a saber que o presidente do Millennium vai ter uma reunião a seu pedido, por razões de cortesia, parece que é um hábito do presidente do banco visitar todos os eleitos para os órgãos de soberania.

Imaginem que todos os presidentes de bancos da dimensão do Millennium sediados na City de Londres tinham a mesma prática, receio que teriam que fazer fila à porta do PG lá do sítio. Porque motivo e a que título o presidente do banco é recebido pelo PGR? Se é presidente de uma empresa que cumpre com todas as suas obrigações tanto direito tem ele de ser recebido como o senhor Moreira, o merceeiro da minha rua.

Mas como o Millennium está a ser investigado no âmbito da Operação Furacão este tipo de visitas são, no mínimo, inconvenientes. Só mesmo em Portugal é que isto sucede, parece que a banca está acima dos órgãos de soberania, e falta pouco para que ocorra o inverso, que tenha que ser um PG recém-nomeado a pedir para ser recebido pelo presidente do Millennium.

LEMBRAM-SE DE SANTANA LOPES?

Santana Lopes fez o seu livrito de roupa suja e foi o que se viu, todo o país político e arredores se sobressaltou, até o Conselheiro Marcelo veio sugerir que Cavaco não deveria ter dado a entrevista para não ser humilhado pelas audiências. Passos meia dúzia de dias Santana voltou a eclipsar-se, caindo no esquecimento, resta-lhe ir às memórias e procurar mais alguns trapos velhos para animar um país que ainda tem saudades de momentos de diversão, mesmo que esses momentos tivessem que ser pagos durante uma década.

OS MEUS, OS TEUS E OS NOSSOS

Uma leitura curiosa da entrevista de Cavaco Silva, feita por Ana Sá Lopes:

«Quem não conheça Cavaco que o compre - o senhor Presidente da República é um fenómeno de calculismo político, tão mais paranormal quanto a mais eficaz operação de mistificação dos últimos 20 e tal anos lhe fabricou o rótulo de "antipolítico". » [Diário de Notícias Link]

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Afixe-se.»

O GOVERNO CONTRA OS JORNALISTAS

Baptista Bastos escreve em defesa da Caixa dos Jornalistas:

«José Sócrates criou um novo tipo de dirigente político: não é carne, nem peixe, nem arenque vermelho. Não é socialista, não é social-democrata, não é democrata-cristão, não é marxista, não é keynesiano, não é de Esquerda, não é de Direita, não é do "centro" porque esta categoria inexiste. Conhecidos estes elementos, será injusto julgá-lo através de critérios normais. » [Jornal de Negócios Link]

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Afixe-se.»

O PASSEIO NO ROSSIO

Vasco Pulido Valente critica os militares que organizaram uma manifestação na Baixa de Lisboa:

«sr. Fernando Torres, membro da comissão que inventou o "passeio" no Rossio, disse à televisão: "Não foi para isto que os militares fizeram o 25 de Abril." Dois pontos. Primeiro ponto: convém lembrar ao sr. Torres que, se os militares "fizeram" o 25 de Abril, também "fizeram" o 28 de Maio e a ditadura e, durante a I República, dezenas de golpes de uma radical irresponsabilidade. O país não lhes deve nada. Segundo ponto: o sr. Torres, consciente ou inconscientemente, ameaçou o poder civil, a que está subordinado e a que jurou obedecer. Este episódio não é inócuo, por muito inconcebível que seja qualquer espécie de nova "quartelada". O Governo e o Presidente da República têm de mostrar, com toda a clareza, os limites do permissível. Se conseguirem.

Alegam os promotores da coisa, que um "passeio" de militares, o "passeio do descontentamento", como lhe chamam, não é em rigor uma manifestação. Não vale a pena perder tempo com este sofisma, ou esta farsa. O primeiro-ministro, o ministro da Defesa, o Conselho de Chefes de Estado-Maior e a governadora civil de Lisboa declararam expressamente o contrário. E até os "passeantes", ou manifestantes, quando invocam os seus direitos de cidadania, o reconhecem. Só que um soldado, seja ele de que posto ou categoria for, não goza dos mesmos direitos de um cidadão vulgar. Prescindiu deles, voluntariamente, para que o Estado lhe confie o monopólio da força e, com ele, a segurança interna e externa do país. Se um soldado se envolver nos conflitos da sociedade, acaba inevitavelmente por tomar partido e, tomando partido, por anular as razões da sua própria existência. Ora não há a menor dúvida que no "passeio do descontentamento" o descontentamento é com a política de Sócrates, que o sr. Torres pretende mudar ou eliminar, como boa parte da oposição.

Um simples protesto corporativo? Mas quantos "levantamentos" começaram por um simples protesto corporativo? Na altura em que se permitiram associações profissionais de militares, com a saloiíssima desculpa de que também se permitiam na "Europa", era de prever que elas, tarde ou cedo, levassem a um sarilho sério. Proibido pela lei, pelo Governo e pelos chefes de Estado-Maior, o "passeio" do Rossio põe o poder civil numa situação sem saída: ou engole e se desautoriza, ou reprime e agrava o caso, ou deixa andar e pune à socapa os cabecilhas, com uma cobardia que o irá fatalmente enfraquecer. Escolha o que escolher, perde sempre.» [Público assinantes Link]

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Afixe-se.»

RAZÕES DE MERA CORTESIA

Levam presidente do BCP a pedir audiência ao PGR:

«Paulo Teixeira Pinto pediu uma audiência ao procurador-geral da República (PGR) e será recebido por Pinto Monteiro no próximo dia 29, pelas 16h00. Segundo apurou o CM, o que levou o presidente do banco Millennium BCP (um dos investigados na ‘Operação Furacão’) a pedir uma audiência ao PGR prende-se com “razões de mera cortesia”.» [Correio da Manhã Link]

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Solicite-se também uma entrevista com o PGR.»

COMPREM MAIS PRODUTOS BIOLÓGICOS

Foi a sugestão de Sócrates:

«O primeiro-ministro apelou ontem aos portugueses para adquirirem mais produtos biológicos. José Sócrates falava no final de um almoço biológico que juntou vários membros do Executivo em Santarém.» [Correio da Manhã Link]

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Pergunte-se ao primeiro-ministro se foi ele que pagou o almoço.»

NEM TUDO É CARO EM PORTUGAL

A cannabis é das mais baratas da Europa:

«Portugal é o país da Europa onde a cannabis é mais barata. Cada grama de haxixe custa 2,3 euros e cada grama de erva 2,7 euros, quando a média dos restantes Estados varia dos cinco aos dez euros, e na Noruega ascende mesmo aos 12. De acordo com o relatório anual do Observatório Europeu da Droga e Toxicodependência (OEDT), ontem apresentado em Bruxelas, nunca custou tão pouco comprar substâncias ilícitas no espaço europeu.» [Diário de Notícias Link]

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Bem precisamos de uma pedra ara suportar melhor a crise.»

O QUE SE PASSA COM O PSD?

Não há meio de deixar de cair nas sondagens:

«O pior parece ter passado - pelo menos para já -, se se comparar o resultado do PS na sondagem de Outubro (42 por cento, representando uma quebra de quase quatro por cento face a Setembro) e na de Novembro (43,4). O resultado representa apenas mais 1,4 pontos percentuais do que há um mês mas é suficiente para se dizer que a quebra foi controlada. Já no PSD continua a não haver razões para sorrir. O partido de Marques Mendes continua a descer, como desde Junho para cá. Nesse mês a sondagem do DN/TSF/Marktest deu-lhe 31,9 por cento e agora já vai em 28,5. Uma descida ligeira de mês a mês - mas permanente. O que se verifica de Outubro para cá é que aquilo que o PSD perdeu (1,2 por cento) é mais ou menos o que o PS ganhou (1,4). » [Diário de Notícias Link]

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sugira-se a MM que vá à Bruxa, já que no Brasil em vez de ir à Mãe de Santo andou a perder tempo com indirectas a Cavaco Sila.»

MINISTRO VAI DISCUTIR PREÇOS DAS SCUT

Com os autarcas:

«O ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, Mário Lino, reiterou hoje disponibilidade para negociar com as autarquias isenções de pagamento de portagens em situações “em que não haja alternativa”.» [Público Link]

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Pergunte-se ao ministro se também vai discutir os preços das auto-estradas pagas como os outros autarcas.»

MILITARES MANIFESTARAM-SE

Mas chamaram-lhe passeio:

«Concentraram-se no Rossio, desceram a Rua Augusta e cantaram o hino nacional no Terreiro do Paço. Eram cerca de mil e alguns estavam fardados. Os militares responderam assim, ontem, ao "convite" de uma comissão ad hoc de oficiais, sargentos e praças, na reserva e na reforma, para participarem num "passeio" organizado para expressar o seu descontentamento face à política do Governo.A acção de protesto realizou-se, apesar da proibição do Governo Civil de Lisboa e do aviso para as "consequências disciplinares" feito pelo primeiro-ministro, José Sócrates, e também pelo ministro da Presidência, Pedro Silva Pereira. "Quem não cumpre a lei sujeita-se, naturalmente, aos procedimentos disciplinares que estão previstos", afirmou Sócrates.» [Público Link]

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Elogie-se a criatividade dos militares na hora de violar a lei.»

MOTARD GABOU-SE NO GOOGLE E ACABOU MULTADO

A polícia italiana seguiu a pista do vídeo e identificou o motard:

«Según la nota de la policía, el motorista llevaba una pequeña cámara colocada en su Honda CBR 1000, por lo que se aprecian tanto los movimientos que realiza como la velocidad alcanzada, que en algunos momentos supera los 250 km/h» [20 Minutos Link]

UNIVERSIDADE CONPLUTENSE (ESPANHA) PAGA A MIL ALUNOS

Para que vigiem os professores:

«Los alumnos espía están en todas las facultades, sentados en algún pupitre del aula, arropados por el anonimato de la masa.

Son un millar de estudiantes a los que la Universidad Complutense ha fichado para que le chiven si los profesores van a clase y dan toda la lección. » [20 Minutos Link]

THE TITANIC PHOTOGRAPHS COLLECTION [Link]

COLECÇÃO DE EMBALAGENS DE PRESERVATIVOS [Link]

O JUMENTO [Link]

Escrito com edifícios do Google Maps.

RAMEZ EL SAID [Link]

VICTORIA [Link]

NIKOLAI ALEXANDER [Link1][Link2]

MANUEL BRAVI [Link]

INNESPACE [Link]

Um barco semelhante a um golfinho.

O ARRANQUE DO BUGATTI VEYRON

GORROS PARA ... OVOS [Link]

TESTE DE SOBRIEDADE

CONFORTO NO TRABALHO

GETTY IMAGES

[2][3]

GETTY IMAGES

[2]

FC BARCELONA

[2]

«Barça's most dificult game is about to begin»