sábado, dezembro 02, 2006

Carta ao Pai Natal


Caro Pai Natal,

Eu sei que já tenho idade para cartas ao Pai Natal, mas depois das especiarias da Índia do ouro do Brasil, do volfrâmio para a Alemanha, da EFTA e da CEE, não estou a ver a quem pedir. Ainda pensei no Menino Jesus, mas não tenho com a certeza de que com essa coisa do TLEBS Ele iria perceber a carta, além disso o mais provável seria a carta cair nas mãos de algum sargento do Tsaal, e o resultado seria o mesmo.

Mas esteja descansado que não lhe vou pedir nada de especial, só lhe venho pedir vinte e cinco máquinas de calcular e como são para distribuir por alguns dos nossos “meninos” até poupa no trabalho, para além de ficarem mais baratas pois pode negociar na quantidade.

As máquinas de calcular deverão ser entregues:

  • A Marques Mendes para que consiga calcular quanto vai descende de sondagem em sondagem.
  • A Cavaco Silva que se apresentou como um candidato presidencial sabedor de contas, como até agora não lhe vimos nenhum exercício de aritmética, talvez seja porque precisa de uma.
  • A Manuel Pinho para ir fazendo as contas às asneiras que ele e os da sua equipa ministerial vão dizendo.
  • A Mário Lino, o nosso ministro das Obras Públicas para que consiga calcular de uma vez por todas quanto é que vai custar a OTA.
  • A Carvalho da Silva e outra a o João Figueiredo, secretário de Estado da Administração Pública, para que da próxima apresentem contas mais realistas quanto às greves de funcionários públicos.
  • A Valentim Loureiro e outra a Narciso Miranda para que vão contabilizando as despesas de representação que fazem à conta do Metro do Porto.
  • Ao director-geral dos Impostos para calcular a distância a que vai ficar das metas estabelecidas para as receitas discais pelo Orçamento de Estado de 2006.
  • A Correia de Campos, para calcular qual a receita que vai conseguir com as taxas moderadoras dos internamentos e intervenções jurídicas.
  • A Jerónimo de Sousa, para determinar o índice de correlação entre os números de dias de greve e as sondagens do PCP.
  • A José Sócrates, para que possa contabilizar o número de vezes que aparece em público ao longo do seu mandato.
  • A Paulo Portas, para contar os dias que faltam para mandar embora o Ribeiro e Castro.
    A Ribeiro e Castro para contar os deputados do seu grupo parlamentar que apoiam a sua liderança.
  • A Pinto Monteiro, Procurador-Geral da República, para contabilizar os dias de trabalho que dedica às visitas de cortesia que vai recebendo.A Amaral Tomás, para contabilizar os montantes dos perdões fiscais que concede aos bancos.

Bigadinho.

Umas no Cravo e Outras Tantas na Ferradura

FOTO JUMENTO

Terreiro do Paço (2005), Lisboa

IMAGEM DO DIA

[Mattew Cavanaugh / EFE]

«Navidad al estilo Bush. Galletas navideñas con la forma de los perros de la familia Bush, Barney y Mrs. Beasley, en la Casa Blanca en Washington, EEUU.» [20 Minutos Link]

"AQUELE OLHAR ..." (n.º 17)

JUMENTO DO DIA


Dia Mundial da Luta Contra a SIDA

Alguém viu por aí o ministro da Saúde?

O PAPA, A TURQUIA E A UE

É um excesso papal a defesa da entrada da Turquia feita por Bento XVI na sua visita à Turquia, o Vaticano não tem qualquer relação, para além das habituais relações diplomáticas, com a UE e por mais cristãos católicos que existam na UE o Papa não tem qualquer papel institucional. Mas o mais grave da posição do Papa nem sequer está no pequeno excesso diplomático, está no facto de usar a União Europeia nos "negócios diplomáticos" do Vaticano, Bento XVI tomou essa posição para conquistar simpatias pessoais e para fazer esquecer uma posição oposta que criou muitas antipatias no país que visitou.

TERCEIRO MUNDO

Só num país do terceiro mundo é que uma personagem como Valentim Loureiro pode estar à frente de uma empresa que investe milhões e milhões de euros de dinheiros públicos.

UMA POLÍTICA ROMANA

De Vasco Pulido Valente:

«Oque Ratzinger condenou o Papa aceita. O Vaticano afinal aprova a entrada da Turquia na União Europeia. Do ponto de vista religioso, esta mudança não tem sentido. A "reconciliação" com a Igreja Ortodoxa nem sequer justifica esta espécie de visita expiatória. A ideia de que a IV Cruzada, saqueando Constantinopla, se tornou responsável pela queda do Império Romano do Oriente é uma ideia absurda. Em primeiro lugar, Roma perdeu desde o princípio o comando da expedição, que passou para Veneza. Veneza deu o dinheiro e a esquadra e, naturalmente, determinou o que se faria ou não se faria. Em segundo lugar, se Veneza e os cruzados tomaram Constantinopla, foi a convite de uma das facções dinásticas do Império. Em terceiro lugar, o saque não excedeu o "habitual" na época. E, em quarto lugar, o Império durou mais 250 anos, pequeno facto que normalmente se esquece. Quando se invoca a "história" e se vai pedir desculpa por um saque em 1204, como João Paulo II, convém ser exacto.O Papa Bento pensa com certeza numa aproximação à Igreja Ortodoxa. Mas pretende também atenuar o efeito da conferência de Ratisbona e, sobretudo, parece de repente partilhar a tese de que admitir a Turquia na "Europa" irá (não se percebe como) "moderar" o islão e aumentar a influência ocidental no Médio Oriente e no Norte de África. Sucede que a Turquia é uma potência asiática, com 72 milhões de habitantes, que balança entre um secularismo oficial e um crescente islamismo político. Ninguém pode garantir que o secularismo prevalece ou que, tarde ou cedo, não haja um conflito grave entre Ancara e a minoria curda. As vantagens (de resto, imaginárias) de introduzir na "Europa" um enorme país com uma civilização diferente e, em parte, hostil não compensam os riscos de médio e longo prazo. O cardeal Ratzinger escreveu com eloquência sobre a "descristianização" do Ocidente e não deixou de protestar quando, no preâmbulo do Tratado Constitucional, a UE omitiu a palavra "cristandade", para não chocar a fina sensibilidade muçulmana. Nessa altura, dava a impressão de acreditar que, mal ou bem (mais mal do que bem), a Europa (e o seu prolongamento americano) era ainda a obra máxima da Igreja Latina (por oposição à Igreja Grega ou Ortodoxa). Hoje, abre a porta à Turquia islâmica, atrás do expansionismo de Bruxelas, que já chegou à fronteira da Rússia e quer chegar ao Médio Oriente e ao mar Negro. É uma política romana. Da Roma dos Césares.» [Público assinantes Link]

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Afixe-se.»

UM EMPREGO EM TROCA DO LUGAR DE DEPUTADA

Este folhetim da deputada Luísa Mesquita está a ficar cada vez mais curioso:

«Luísa Mesquita, deputada do PCP, afirmou estar “a ser alvo de atitudes persecutórias”, devido à sua recusa em aceitar um “emprego na península de Setúbal”, que o partido lhe ofereceu em troca do seu lugar no Parlamento. E vai mais longe ao considerar que “foi traída e enganada”, caindo numa armadilha.» [Correio da Manhã Link]

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Solicite-se um comentário ao líder do partido do proletariado.»

VALENTIM CONTINUA A FAZER DAS SUAS

Agora é no Metro do Porto:

«Contactado pelo PÚBLICO, o ex-autarca e actual administrador da Petrogal desmente também um comunicado da passada segunda-feira, assinado pelo presidente do Conselho de Administração da Metro, Valentim Loureiro, segundo o qual as irregularidades detectadas pelo TC resultavam da continuidade da "prática já estabelecida pela empresa".» [Público Link]

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sugira-se a Velentim Loureiro que junte o seu património e se afaste das nossas vistas»

TROCA DE SERINGAS NAS PRISÕES FOI APROVADA NO PARLAMENTO

Com o voto de dois deputados do PSD e vinte declarações de votos de outros tantos deputados do mesmo partido que respeitaram a decisão do partido de votar contra:

«O PS, o PCP, o Bloco de Esquerda (BE), o Partido Os Verdes e dois deputados do PSD aprovaram ontem um diploma que estabelece o desenvolvimento de um projecto de combate e prevenção de doenças infecto-contagiosas nos estabelecimentos prisionais, que inclui a troca de seringas. As bancadas do PSD e do CDS-PP votaram contra o texto final apresentado pela Comissão Parlamentar de Saúde, em substituição de dois projectos do BE e de Os Verdes.» [Público Link]

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Mandem-se os parabéns aos dois deputados do PSD.»

OS GASES INTESTINAIS DO GADO PREJUDICAM MAIS O AMBIENTE

Do que os transportes, pois emitem mais gases com efeito estufa do que os motores dos veículos:

«Surpresa! É desta forma que a Agência das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO) anuncia os resultados de um relatório sobre a contribuição da criação de gado para as alterações climáticas. A novidade é que a actividade pecuária emite mais gases com efeito de estufa - 18 por cento - do que os transportes, sector que é apontado como uma das principais causas do problema. » [Público Link]

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Avalie-se o impacto na camada do ozono da flatulência do humanos, designadamente de algumas personagens do nosso filme político.»

O MELHOR PAÍS DO MUNDO PARA VIVER

Segunda a Economist [Link] é a Irlanda:

«Ireland is the best place to live in the world, according to a "quality of life" assessment by Economist magazine.

The country's combination of increasing wealth and traditional values gives it the conditions most likely to make its people happy, the survey found. » [BBC Link]

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Surgira-se à revista que não nos diga qual é o pior.»

JAPANESES ZEN GARDENS [Link]

BICICLETAS JAPONESAS [Link]

BILL GATES FOR PRESIDENT [Link]

JOGO: WORLD MAP [Link]

IMAGENS FRACTAIS [Link]

A EMENTAL DE NATAL DA CASA BRANCA [Link]

PETER ROUBOS [Link]

ADAM ORZECHOWSKI [Link1][Link2]

ARMINDO LOPES [Link]

ELENA CONE [Link]

FERRARI 312 PB NA ESCALA 1:3

MASERATI MC12

[Phil McCarten / Reuters]

«Los coches que vienen. Un Maserati MC12 expuesto en la feria de Los Ángeles, EEUU.» [20 Minutos Link]

DE QUE SÃO FEITAS AS PIRÂMIDES DO EGIPTO?

Cientistas defendem que em vez de rocha foi usada argamassa:

«É uma imagem carregada de sugestões: filas de homens puxando - e empurrando - pedras enormes. Gravuras, filmes, pinturas, banda desenhada, até, imortalizaram esta ideia sobre a construção das pirâmides do Egipto. Mas será que foi mesmo assim? E se, em vez de arrastadas a partir de pedreiras distantes, as pedras foram fabricadas ali mesmo, junto ao local onde hoje se erguem as pirâmides?» [Diário de Notícias Link]

FLICKER TIME [Link]

GRAVITY DEFYER SHOES [Link]

JECA PLAYBOY

Imagem enviada pela minha amiga Tinê (Brasil).

DANCE4LIFE [Link]

ACT (2001) [Link]

CLÍNICA DE SANTA HELENA