sábado, novembro 28, 2009

A santa aliança

Como explicar que os mesmos partidos que são incapazes e nem sequer aceitam a possibilidade de se reunirem em torno dos problemas nacionais fizeram-no agora na Assembleia da República, protagonizando um verdadeiro bacanal parlamentar?

Não está em causa a existência de uma maioria parlamentar formada por partidos que perderam as eleições, o PSD sofreu mesmo uma derrota humilhante, mas que querem governar com base num programa que será o denominador comum do programa de quatro partidos que nunca estiveram de acordo. Aquilo a que o país assistiu foi a um verdadeiro negócio de votações em que o único lucro em vista era criar dificuldades financeiras ao Estado na esperança de mais tarde estas dificuldades servirem para conseguir mais uns votos.

Vimos o Paulo Portas que assume a defesa dos patrões juntar-se ao Louçã que se diz preocupado com o trabalho precário unirem-se contra o Código Contributivo. O Portas pode ir dizer aos patrões que lhes poupou aos custos da segurança social, o trabalho precário não será penalizado e deverão ser os contribuintes a assumir os custos da segurança social. Louçã perdoou aos patrões a penalização decorrente do abuso do trabalho precário em troca de uns segundos de comunicação social em que se exibiu com um sorriso cínico enquanto desempenhava o papel de líder da oposição alugado.

Enquanto Louçã se entretém no parlamento Jerónimo de Sousa opta por outras vias e aposta tudo na justiça onde os seus sindicalistas se empenham na face oculta dos segredos de justiça e das manobras judiciais. Longe vão os tempos em que os golpes de Estado eram feitos com tanques ou da Revolução de Outubro ou do couraçado de Potemkin, agora os soldados golpistas usam toga e os adversários políticos deixaram de ser executados junto a uma parede, agora são abatidos politicamente a tiros de uma meritíssima caneta.

Esta santa aliança entre a direita mais conservadora e a esquerda conservadora não é novidade, quer uns, quer os outros consideram que o governo natural é o da direita, os primeiros porque se julgam mais competentes, os outros porque se sentem mais confortavelmente fazendo oposição aos “inimigos de classe”. Não é assim tão estranha a aliança entre a direita e os que tanto se bateram contra as políticas de direita, se for necessário até aprova as medidas exigidas pelos patrões, nem que para isso seja necessário invocar a defesa das micro empresas.

Umas no cravo e outras tantas na ferradura

FOTO JUMENTO

Mértola

IMAGEM DO DIA

JUMENTO DO DIA

Jorge Bacelar Gouveia

O constitucionalista parece ser uma estrela em ascensão no PSD o que se confirma por encabeçar a candidatura "oficial" à liderança da distrital de Lisboa do PSD. Mas ao candidatar-se com o apoio de Preto, o mesmo é dizer que com o apoio dos votos mercenários, é caso para dizer que corre o risco de ser uma estrela cadente.

CHAMEM O GERENTE

«Viver nos Estados Unidos ensina-nos, como realidade existencial de cada dia, que somos pessoas com direitos e que devemos exercê-los. Quando vamos a uma loja, a um restaurante ou temos de obter uma informação num serviço, se algo corre mal, podemos sempre pedir para falar com o gerente. De facto, bastou-me sempre dizer - "call the manager" - para o problema se resolver. Em Portugal acanhamo-nos, temos vergonha, engolimos sapos. Mas desde então, tenho pouca pachorra. E chamo o responsável.

Vem isto a propósito da falta de consideração com que somos tratados por entidades públicas e privadas que deviam estar ao nosso serviço -ao serviço do público- e nos tratam com falta de respeito. Os exemplos que vou dar são apenas da minha experiência (gosto de falar do que sei), mas estou certo que todos conhecemos muitos exemplos que nos tocam diariamente.

Moro em Lisboa na Praça do Areeiro que entrou em obras, aparentemente por causa do Metro. Em finais de Agosto ou primeiros dias de Setembro o Metro fechou uma saída do túnel e emparedou metade da praça ao estacionamento para fazer obras na estação, segundo dizem. Seja pelo que for, com prepotência, consentida por quem de direito, o Metro transformou a vida dos moradores num pequeno inferno à procura de lugares de estacionamento, e passados três meses as obras nem se iniciaram. Porque na altura em que o Areeiro foi construído não havia garagens, estamos sem estacionamento, mesmo para quem tem o dístico de residente da EMEL, e as obras nem se iniciaram. Este abuso e esta prepotência do Metro só revela falta de consideração pelo cidadão e pelo público que são supostos servir.

Poderão dizer que a uma centena de metros, já na Avenida do Aeroporto, há um estacionamento ao ar livre. Primeiro, é pago; segundo e mais grave, à noite é extremamente inseguro. A última vez que lá estacionei roubaram-me uma roda do carro, agora imaginem o que pode acontecer a uma senhora que tenha de chegar à meia-noite. Mais uma vez, nada foi previsto no sentido de minorar os efeitos da falta de estacionamento, melhorar a segurança dos cidadãos, e ajustar o pouco estacionamento existente à nova situação. Bem pelo contrário, nunca as autoridades foram tão zelosas a bloquear carros que, em desespero de causa, estacionam em cima dos passeios (aliás, amplos passeios).

Segundo exemplo, curiosamente sobre estacionamento. Sou um frequentador assíduo de museus e galerias, uma vez que o meu hobby é a arte contemporânea. Por isso, fui um frequentador assíduo do Museu do Chiado que, com poucos recursos, vai apresentando um programa que vale a pena ver. Mas quem o quiser visitar, num domingo por exemplo, verifica que tem uma dificuldade enorme: não consegue estacionamento. À volta do museu todo o estacionamento está reservado: é o Governo Civil, a Rádio Renascença, a Polícia, um pequeno hospital e (espanto) também pelo Museu do Chiado. Este não para os visitantes mas para a quem lá trabalha. Será que estas entidades não podem, durante o fim-de-semana, prescindir de algum espaço para que os visitantes possam confortavelmente ir ao museu? Será que a nomenclatura do Museu do Chiado não poderia prescindir dos seus direitos (não utilizados) ao domingo para que o público possa ir com mais conforto às suas exposições? Nos lugares reservados ao Governo Civil, às ambulâncias (nunca vi nenhuma) e ao Museu do Chiado nunca se vê vivalma durante os sábados à tarde e domingos; porque não ceder por esse período os lugares aos lisboetas? Apetece chamar o gerente mas nem sei quem é. É a falta de respeito por quem paga o estacionamento em Lisboa: os lisboetas.

Por último, falta falar da A8, auto-estrada que liga Lisboa a Torres Vedras. Quem a conhece sabe que está quase integralmente em obras para alargar a uma terceira faixa (já agora porquê? Se a entrada de Lisboa não pode ser alargada.) E, por isso, a circulação faz-se em faixas estreitas, perigosas e apenas a 80km/h. Ou seja, a A8 não é uma auto-estrada, mas pagamos como se fosse. Porquê? Porque não avançam as obras?

Mais uma vez gostaria de chamar o gerente, mas não há ninguém para responder, ninguém é responsável. Uma empresa que deveria servir o público, faz obras a passo de caracol e ninguém protesta. Eu protesto e se estivessem a perder receitas com portagens reduzidas as obras seriam mais rápidas.

Este hábito de protestar e de exercer os direitos é uma questão de cultura política e de atitude cívica. Mas estamos num país em que um director de um semanário afirma que tentaram levá-lo à falência para não publicar certas notícias e nada acontece (1). De facto, ninguém é responsável e não há "gerente" que possamos chamar. Professor universitário1) Devo referir que estou a falar de José António Saraiva, director do semanário Sol, em entrevista ao Correio da Manhã, no dia 22 de Novembro. Devo também clarificar que só falei uma vez com JAS e a conversa até acabou muito mal. Mas o seu a seu dono: o Sol publicou a notícia.» [Público]

Parecer:

Por Luís Cunha.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Afixe-se.»

PAULA TEIXEIRA DA CRUZ APOIA PASSOS COELHO

«A ex-dirigente do PSD Paula Teixeira da Cruz vai coordenar o projecto de revisão do programa do partido a convite do candidato à liderança Pedro Passos Coelho.

Membro da direcção do ex-líder 'laranja' Luís Marques Mendes, Paula Teixeira da Cruz confirmou ao CM o convite do único candidato assumido à sucessão de Manuela Ferreira Leite.» [Correio da Manhã]

Parecer:

Mais uma dor de cabeça para os cavaquistas.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Aguarde-se por novos apoios a Passos Coelho.»

NACIONALIZAÇÃO DO BPN PODERÁ CUSTAR DOIS MIL MILHÕES AO ESTADO

«" A nacionalização do BPN vai implicar custos", "não estou em condição de quantificar custos" afirmou o ministro Teixeira dos Santos no parlamento.

Em sede de comissão parlamentar o ministro das Finanças acabou por "referenciar" 1 valor entre os 1,8 e 2 mil milhões de euros como perdas máximas que o estado poderá incorrer com a nacionalização do BPN, realçando que o custo da não nacionalização poderia atingir os 14 a 15 mil milhões de euros ( cerca de 13% do PIB). » [Diário de Notícias]

Parecer:

O problema está em saber quanto poderá valer o banco no momento da privatização.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Pergunte-se a Miguel Cadilhe como é que tinha resolvido o problema com os quatrocentos milhões que dizia chegarem quando estava à frente da SLN.»

OPOSIÇÃO DECRETOU O FIM DA CRISE

«Entre as iniciativas aprovadas inclui-se o projecto de lei do CDS-PP para adiar para Janeiro de 2011 a entrada em vigor do Código Contributivo, e um projecto de resolução do PSD com o mesmo objectivo.

Os diplomas foram aprovados com os votos favoráveis do PSD, CDS-PP, BE, PCP e PEV e com os votos contra do PS.» [Diário de Notícias]

Parecer:

Foi bonito ver o Louçã a falar em nome da direita e vice-versa.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Espere-se pelas consequências.»

OS VOTOS COMPRADOS DO PSD VÃO OUTRA VEZ ÀS URNAS

«Com Bacelar Gouveia estiveram, entre outros, Helena Lopes da Costa e António Preto, arguidos em processos judiciais, mas que o candidato disse não ir incluir na sua lista - "de renovação, de pessoas credíveis e que queiram trabalhar". Pacheco Pereira foi apoiá-lo, dizendo ser "o exemplo da renovação de que o partido precisa", e afirmou que o PSD necessita ter à frente das suas estruturas "pessoas que tenham um prestígio social e profissional, para fora do partido". » [Público]

Parecer:

Um espectáculo triste.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Pergunte-se a Ferreira Leite se também vai usar votos comprados nas próximas directas.»

ALEKSANDR DOODKO

sexta-feira, novembro 27, 2009

Não há por aí mais um processo?

Este país está a ficar uma seca, ainda não terminou o caso Face Oculta e já estamos a voltar à monotonia, neste sábado ainda vamos ter um Sporting-Benfica mas, a não ser que o árbitro cometa umas argoladas no domingo já estaremos de volta à monotonia nacional. Uma seca.

Já se viu que não é a discutir o desemprego, a crise ou mesmo os salários dos banqueiros que os portugueses se vão decidir a criar condições para que venhamos a imitar o regime dos Castros. Ou aparece por aí outra face oculta ou nem tão cedo veremos Jerónimo de Sousa excitado como se fosse um rapaz de dezoito anos. E se o PCP entra em letargia não é da extrema-esquerda que vem animação, o Louçã está cada vez mais parecido com o sério Enver Hodja, o Miguel Portas anda apaixonado por Estrasburgo e a borbulha da Ana Drago tende a transformar-se em verruga.

Bem que o PSD poderia proporcionar-nos alguma animação, mas por ali anda tudo à espera, não sabem muito bem do quê, mas estão todos à espera. Enquanto Cavaco se vai recuperando das mazelas à sombra da “face oculta” ninguém se decide, estão à espera de Passos Coelho, este espera pela Rangel que, por sua vez espera por Aguiar-Branco, que espera por Marcelo enquanto o professor espera por Cavaco, por fim, Manuela Ferreira Leite espera por eles todos. Enquanto o PSD nacional espera o da distrital de Lisboa anima-se, os manuelistas avançam para a candidatura à liderança distrital e como a moda é a justiça fizeram uma encenação adequada à temporada, temos o constitucionalista Bacelar, o jurisconsulto Albuquerque e os conhecidíssimos António Preto e Helena Lopes da Costa, para que aquilo se pareça com um julgamento já só falta mesmo o guarda Abel.

Aos menos se houvesse mais um processo sempre poderíamos ter a sorte de saber mais qualquer coisa do Sócrates, podia ser que, coincidência das coincidências, houvesse mais um amigo íntimo do primeiro-ministro sob escuta e assim sempre teríamos mais motivos de animação. Até teríamos a oportunidade de ouvir mais umas quantas vezes os sindicalistas da toga, este país sem as intervenções do senhor Palma não tem lá muito interesse.

Agora que o caso Face Oculta já deu quase tudo o que tinha a dar esperemos que aparca outro caso, senão lá teremos de discutir o défice, o desemprego, a liderança do PSD. Por este andar ainda vou dar comigo a ler os editoriais do Avante.

Umas no cravo e outras tantas na ferradura

FOTO JUMENTO

Alfama

JUMENTO DO DIA

Associação Sindical dos Juízes Portugueses

A absurda associação sindical dos juízes decidiu vir a público criticar as acusações de espionagem política no processo Face Oculta ao mesmo tempo que exerce pressões sobre o CSM por ele integrar um advogado de um dois arguidos. O mais ridículo do comunicado está no facto de ilibar investigadores e magistrados na fuga ao segredo de justiça com base no facto de estas fugas só terem ocorrido depois de iniciadas as buscas.

Ó senhores magistrados, só um louco daria informações a um jornal ainda antes de o processo ser tornado público, já toda a gente percebeu que as fugas ao segredo de justiça só ocorrem quando os processos passam por várias mãos e é possível dispersar as suspeitas. por favor, não nos façam de parvos, pagamos os impostos com que vivem muito acima da média dos portugueses mas não somos idiotas.

EM vez de fazerem comunicados destes extingam essa associação absurda!

OS ESTÁGIOS PARA LICENCIADOS NO ESTADO

Esta poderia ser uma boa iniciativa se fosse levada a sério pelos serviços da Administração Pública, se estes se empenhassem em escolher criteriosamente e lhes proporcionassem uma boa experiência profissional A experiência diz-me que muitos serviços vêm nestes estagiários mão de obra barata que vai desempenhar funções menos qualificadas.

BOCAS PALHAÇAS ACREDITADAS

«O mito urbano, diz-se em linguagem um pouco apressada, é uma mentira espalhada boca a boca. Na verdade, por boca a boca espalham-se mais os germes. Numa história oral, verdadeira ou falsa, para se espalhar deve preferir-se a via do boca-a-orelha. Na história do "Boca do Palhaço" dizia-se que um gangue andava por Portugal (Santarém e Algarve eram referidos) dando escolha às vítimas, geralmente raparigas: "Queres ser violada, espancada ou ficar com a boca do palhaço?" Preferindo esta, a boca da rapariga era rasgada como a de um palhaço - haveria já vários casos nos hospitais... A PSP veio ontem dizer-nos que a história era um mito urbano. O "Boca do Palhaço" foi, pois, a primeira mentira espalhada boca a orelha sobre um orelha-a-orelha. Na variante de espalhar a mentira por e-mail chegou a divulgar-se a foto da cara de uma rapariga assim ferida. Este mito urbano é cruel, o que não é nada que nos surpreenda, há gente cruel. Este mito urbano espalhou-se como um relâmpago, o que confirma a demasiada credibilidade das pessoas. Tudo dentro dos conformes, como dizia o outro. Extraordinário seria que as pessoas exigissem factos antes de acreditar. Mas olhem à volta, leiam, ouçam - o normal é suspeitar. E isso tem-nos bastado.» [Diário de Notícias]

Parecer:

Por Ferreira Fernandes.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Afixe-se.»

A MAÇÃ PEDRADA

«Assim como consegui deixar de fumar, também deixei de ser um macmaníaco: foi de um dia para o outro. É um jeito que eu tenho: cada vez que torno pública uma paixão, ela vira-se e bofeteia-me.

Li anteontem na ZDNet (http://tiny.cc/uaDuL) que a Apple já não oferece a garantia prolongada a fumadores. Isto porque algumas lojas se têm recusado a reparar computadores com traços de nicotina, alegando que é tóxico.

Em Agosto de 2006 a Greenpeace deu à Apple uma péssima nota (2,6 numa escala de 10) por ser pouco verde. Três meses depois, fizeram uma "manif" numa MacExpo e foram até expulsos, moved to trash. Os Macs eram bem bons mas não para o planeta. Houve boicotes. (Alguns loucos chegaram ao ponto de comprar PC). A Apple, como sempre, excedeu-se. Agora faz Macs tão verdes que já recebeu parabéns da Greenpeace. Como são californianos, não se assustaram com tal elogio. Mais: ficaram inspirados. E vai de começar a policiar também os ambientes lá em casa de quem lhes compra os produtos. Pela primeira vez na vida, são os clientes o objecto de um update.

Esta será a mesma Apple que usou tantos fumadores (Picasso, Einstein, Lennon) na campanha Think Different? Fumar enquanto se está ao computador será assim tão raro e tão condenável? O que virá a seguir? O álcool? Também serão tóxicos os fumos do etanol? O café? O sal? Só a marijuana está a salvo. Faz tão bem! É o inócuo e intocável calmante da mocidade e meia e terceira idades da América. Por enquanto.» [Público]

Parecer:

Por Miguel Esteves Cardoso.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Afixe-se.»

BACELAR GOUVEIA CONCORRE À DISTRITAL DE LISBOA DO PSD

«O constitucionalista e deputado do PSD Bacelar Gouveia formalizou esta quarta-feira a sua candidatura à distrital do partido em Lisboa e contou com a presença de Pacheco Pereira, António Preto e Helena Lopes da Costa.

Perante algumas dezenas de militantes do partido, assumiu que concorre contra uma lógica de "sindicatos de votos", da "politiquice dos arranjinhos" ou "clima de quase guerra civil", prometendo, se vencer, uma reconciliação com a actual liderança e cooperação com o sucessor de Manuela Ferreira Leite.» [Correio da Manhã]

Parecer:

E concorre muito "bem" acompanhado....

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Manifeste-se o desejo de ver o senhor ser derrotado.»

JERÓNIMO DE SOUSA CRITICA VIEIRA DA SILVA

«O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, desafiou hoje o ministro da Economia a explicar melhor o que pretendia dizer ao reafirmar que houve "espionagem política" quando se referia às escutas telefónicas no âmbito do processo "face Oculta".

"Creio que é uma afirmação em que claramente procura comprometer processos de investigação, o papel do Ministério Público, comprometer aquilo que nós consideramos fundamental, que é a independência da Justiça", disse Jerónimo de Sousa.» [Diário de Notícias]

Parecer:

O líder do PCP anda muito empenhado e nervoso no caso Face Oculta, até parece que tem parte no negócio.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Pergunte-se a Jerónimo de Sousa qual o envolvimento do PCP neste processo.»

ESTA É MESMO PARA RIR

«Melchior Gomes, advogado de Manuel Godinho, foi hoje constituído arguido no âmbito do processo 'Face Oculta' por violação do segredo de justiça, avançou a TVI.

A Procuradoria-Geral da Republica diz que o advogado terá passado informações no dia 28 de Outubro, a uma televisão.» [Diário de Notícias]

Parecer:

No meio de toda esta bandalhice de fugas ao segredo de justiça o MP arranjou um culpado, é mesmo para rir à gargalhada.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Dê-se a merecida gargalhada.»

O CRIME COMPENSA

«As divergências entre o Presidente da República (PR) e o PS estão longe de estar sanadas. Depois do conflito no 'caso das escutas', a confirmação de que Fernando Lima continua em Belém não foi ignorada pelos socialistas. Ontem, coube ao vice-presidente da bancada parlamentar, Ricardo Rodrigues, manifestar "estupefacção".

Escudando-se numa "posição pessoal" - para não alimentar a tensão institucional - o deputado do PS (que já havia dirigido críticas ao PR por este vetar o Estatuto dos Açores) foi mesmo mais longe: "Quero manifestar minha estupefacção por, na Presidência da República, sem qualquer justificação, uma pessoa que tinha alegadamente sido afastada, afinal permanecer [no Palácio de Belém], quem sabe se para fazer a mesma coisa".» [Diário de Notícias]

Parecer:

Isto só prova que Cavaco esteve envolvido com Fernando Lima.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Lamente-se o espectáculo triste dado pela Presidência da República.»

GOOGLE FOTOGRAFA MULHER NUA NO PORTO

«O portal da Globo G1, na secção de notícias insólitas "Planeta Bizarro", titulou a notícia com "Google flagra suposta pessoa nua tomando banho de chafariz em Portugal", e conta que a ferramenta da Google que permite ver imagens 360º de várias cidades do mundo, (o "Google Street View"), capturou uma imagem "do que parece ser uma pessoa nua tomando banho de chafariz na Rua do Campo Alegre, na cidade do Porto, em Portugal".

O JN aproveita para esclarecer que se alguma mulher alguma vez tomou banho nua nesse chafariz, não foi capturada pelo Google. E que esta, a que se refere a imagem, é uma apenas uma obra de José Cutileiro.» [Jornal de Notícias]

Parecer:

E ninguém se lembrou de ir confirmar?

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Dê-se mais uma gargalhada.»

IGREJA CATÓLICA IRLANDESA PROTEGEU PADRES PEDÓFILOS

«A Igreja Católica da Irlanda encobriu as sevícias sexuais contra crianças realizadas por padres da região de Dublin durante 40 anos, acusa o relatório do inquérito oficial divulgado esta quinta-feira.

Os bispos pretendiam proteger a reputação da Igreja em detrimento das vítimas, segundo o relatório de 720 páginas - entregue ao governo em Julho -, que analisa os casos de 46 padres em relação aos quais foram apresentadas 320 queixas.» [Jornal de Notícias]

Parecer:

Começa a ser evidente que a Igreja Católica tem um problema de pedofilia.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Averigúem-se as causas.»

MAIS UMA DOS MERITÍSSIMOS SINDICALISTAS

«As acusações de “espionagem política” e de “emboscada judicial” no caso do processo conhecido como “Face Oculta” foram hoje repudiadas, em comunicado, pela Associação Sindical dos Juízes Portugueses (ASJP). Os dirigentes da ASJP consideram não ter havido “qualquer coincidência temporal entre os actos eleitorais de Setembro e as operações policiais de Outubro para se concluir pela completa falsidade daquelas acusações” de “espionagem política”.» [Público]

Parecer:

Onde é que está o problema laboral para que estes meritíssimos venham emitir um comunicado?

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Ponha-se fim a uma associação sindical absurda, se os magistrados querem interferir na política que abandonem a magistratura e adoptem outras profissões.»

NEM O DUBAI ESCAPA À CRISE

«O Dubai chocou os investidores internacionais com o anúncio de uma moratória de seis meses das dívidas de uma subsidiária da principal empresa pública do país, a Nakheel, da holding Dubai World, que desenvolveu alguns dos projectos imobiliários mais extravagantes do mundo e no próximo mês deveria reembolsar dívida no montante de 2,3 mil milhões de euros.

A empresa informou que não poderá pagar dívidas de vários milhares de milhões de euros pelo menos até Maio do próximo ano, o que representa a pior situação de não reembolso de dívida desde 2001, quando a Argentina entrou em incumprimento da sua dívida soberana.» [Público]

Parecer:

Isto só pode ser culpa do José Sócrates!

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Chame-se Sócrates ao parlamento.»

DMITRY NIKITIN

SAMSUNG

quinta-feira, novembro 26, 2009

Coisa estranha

Andam por aí quatro processos judiciais. O processo Casa Pia que se arrasta há cinco anos onde a acusação faz-me aquelas nossas senhoras de Fátima que mudam de cor em função do tempo ou um daqueles jactos com asas de configuração variável, quando se pensava que ia dar em sentença o MP decidiu mudar a acusação, nada nos garantindo que tal venha a suceder mais umas quantas vezes. O processo Freeport que deu direito a encenações videográficas na TVI e à sobrevivência por mais algum tempo do SOL que começou por fazer concorrência ao Expresso com vídeos e acabou por lançar um famoso DVD. A Operação Furacão que faz tanto vento que nem deu para obrigar um Optimist a regressar à doca. O processo BPN cuja acusação nos faz recordar aquela senhora que foi a tribunal por não ter pago uma pasta de dentes ou coisa parecida no LIDL. E o processo Face Oculta que tem tantas faces ocultas que mais parece um transformer judicial.

A verdade é que a tal senhora da pasta de dentes incomodou mais os nossos penalistas e comentadores do que os do BPN de que agora se diz terem desviado mais de três mil milhões de euros. Tal ninharia não parece incomodar as consciência dos nossos jornalistas que já deram o caso por encerrado, o Presidente da República nunca ficou nem preocupado nem incomodado ao ponto de chamar o Procurador-Geral ou o presidente do Supremo a Belém, aliás, nem se deu ao trabalho de convidar o senhor Palma para uns carapaus alimados e, tanto quanto se sabe, ninguém mandou o Lima dizer ao jornalista do Público que quem roubou o dinheiro foi o Sócrates.

O caso Freeport parece ter morrido mas os juristas do Ministério Público não sabem como o enterrar, provavelmente foi a pensar nessa tarefa árdua que os sindicalistas do Ministério Público tanto exigiram meios para levar o processo até ao fim, pelo que se vê acabaram os meios e agora não há ninguém para fazer de coveiro. O pior é que já há morto o dito faleceu de morte natural mas o Ministério Público não sabe o que fazer aos arguidos que acusou de homicídio. Quando fizerem o enterro vão ter que explicar muita coisa, daí que ninguém lhe queira fazer o funeral.

A Operação Furacão foi o que se viu, dia sim, dia não havias buscas, eram milhões e milhões de dinheiro que tinha fugido e eis que o caso ficou esquecido, nem o Ministério Público pede contas nem ninguém o questiona.

Importante, importante é a Face Oculta, não só ocultou todos os outros processos, como ocultou outras coisas que convém ocultar, desde os disparates eleitorais de Cavaco Silva à Via Sacra que o PSD está a passar com a liderança de Manuela Ferreira Leite, para não referir o famoso Apito Dourado que foi conduzido pela nossa super-magistrada, a Garzonete à portuguesa que graças ao seu grande empenho na luta contra a corrupção ia higienizar o país.

Agora que todos estávamos convencidos de que a PJ usava meios de fazer inveja ao FBI e que da próxima seríamos nós a emprestar os cachorros à portuguesa, agora que todos tínhamos ficado a saber que os administradores do BCP ganham tão mal que precisam de gorjetas de sucateiros, agora que, finalmente, íamos ter acesso ao conteúdo da famosa certidão que nos permitiria ficar a saber a cor das cuecas de José Sócrates, eis que a Face Oculta quase se ocultou, lá arranjaram os arguidos da praxe, os jornais amigos dos procuradores foram recompensados pelas perdas da publicidade institucional , daqui a uns tempos não se fala mais nisso e é mais um processo que vai para a secção de congelados do Ministério Público. Talvez lá para as próximas legislativas, quando os magistrados voltarem a andar cheios de pica eleitoral voltem a desocultar mais umas peças processuais para que Jerónimo de Sousa mais os sindicalistas da magistratura venham exigir que sejam dados todos os meios à investigação.

Começo a perceber porque razão algumas personalidades exigiram que fossem dados os meios aos processos Freeport e Face Oculta, era para que em vez de princípio, meio e fim só tenham mesmo meio, para que nunca acabem.

Umas no cravo e outras tantas na ferradura

FOTO JUMENTO

Óbidos

IMAGEM DO DIA

[Mahmud Hams/Agence France-Presse/Getty Images]

«Muslim pilgrims shielded themselves against heavy rainfall in the holy city of Mecca, Saudi Arabia, Wednesday. About 2.5 million Muslims have converged on Mecca for the annual hajj pilgrimage. The rainfall is the heaviest to hit the pilgrimage in years.» [The Wall Street Journal]

JUMENTO DO DIA

Teixeira dos Santos, ministro das Finanças

Se bem me lembro o debate eleitoral entre Sócrates e Louçã, em que o primeiro-ministro denunciou a proposta do Bloco de acabar com as deduções das despesas de saúde em sede de IRS, foi determinante para a recuperação eleitoral do PS. Agora sabe-se da pretensão do governo do PS de limitar essas deduções. Parece que na hora de aumentar impostos a solução é recorrer a disfarces, nem que isso dê razão a Francisco Louçã.

Por este andar ainda vou Teixeira dos Santos no Bloco de Esquerda.

COMPAIXÃO PELA DR.ª MANUELA

«A falta de coincidência entre moral e política pertence ao breviário dos conhecimentos gerais. Porém, poucas vezes se assistiu a esta desgraça em que vivemos, e na qual o absurdo chegou ao ponto da alucinação. A partir deste momento parece que tudo é permitido. De há tempos a esta parte assistimos à lenta incineração da dr.ª Manuela Ferreira Leite, provocada pelos seus "companheiros." Querem correr com ela, porque já não faz falta, depois de a terem quase divinizado. As "distritais" do Porto, de Lisboa e de Faro não se calam na promoção das "directas"; e se este alarido não está, de forma alguma, associado à lucidez política, possui a marca indefectível de uma amarga indecência.

Notoriamente, a senhora não estava moldada para as peripécias em que se viu envolvida. O Pacheco Pereira, seu mentor e condestável, defendia o nada como única realidade, e outros apaniguados, na vã esperança de obterem uma qualquer mantença, foram-lhe no encalço, com jubiloso alvoroço. » [Diário de Notícias]

Parecer:

Por Baptista Bastos.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Afixe-se.»

JOSÉ PENEDOS SUSPENSO DA REN

«O até agora presidente da REN, José Penedos, foi suspenso de funções.

Esta é a medida de coacção aplicada no âmbito da audição do processo 'Face Oculta'.

José Penedos, que está indiciado por um crime de corrupção passiva, terá ainda de pagar uma caução de 40 mil euros, que é a segunda mais elevada, e não contactar com os restantes arguidos do processo, à excepção do filho Paulo Penedos, também arguido. » [Correio da Manhã]

Parecer:

Perdeu a oportunidade de se demitir com dignidade, de nada lhe servindo a auditoria que encomendou e foi feita em tempo recorde.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Lamente-se.»

CAVACO MANTÉM FERNANDO LIMA

«O Presidente da República, Cavaco Silva, decidiu manter Fernando Lima como assessor da sua Casa Civil, apesar de ter perdido o pelouro da Comunicação Social. A decisão já provocou a "estupefacção" do vice-presidente da bancada do PS, Ricardo Rodrigues.

O nome de Fernando Lima foi envolvido no alegado caso das escutas a Cavaco Silva. Segundo um e-mail publicado pelo ‘Diário de Notícias' foi o próprio assessor a denunciar que o Presidente da República suspeitava estar a ser espiado pelo Governo. » [Correio da Manhã]

Parecer:

Não há fretes grátis.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Lamente-se uma decisão pouco clara de Cavaco.»

PROMESSAS LEVA-AS O VENTO?

«O Ministério das Finanças (MF) está a estudar a hipótese de impor um limite máximo para as deduções de despesas com saúde em sede de IRS (imposto sobre rendimento singular). Ao mesmo tempo, o Governo não garante que seja aplicada ainda nesta legislatura a promessa que o primeiro-ministro José Sócrates fez em duas eleições, que consiste na tributação das mais-valias com acções.» [Diário de Notícias]

Parecer:

Este corte nas deduções das despesas de saúde é um aumento encapotado do IRS.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Pergunte-se a Sócrates se vai acabar por adoptar o programa de Francisco Louçã.»

OLIVEIRA E COSTA E OS 23 LADRÕES

«O Ministério Público considerou que o ex-presidente do BPN Oliveira e Costa, em prisão domiciliária e acusado de sete crimes económicos, concebeu um esquema ilícito para obter poder pessoal e proveitos financeiros com o apoio de mais 23 arguidos.

O Ministério Público (MP) deduziu sábado acusação contra 24 arguidos, um dos quais um laboratório industrial de cerâmica (Labicer), sendo Oliveira e Costa o único arguido detido em regime de prisão domiciliária.

No despacho de acusação, a que a agência Lusa teve hoje acesso, o MP refere que o ex-banqueiro aceitava conceder, a quem com ele colaborasse, dividendos retirados do BPN, apesar de isso prejudicar financeiramente o banco.» [Jornal de Notícias]

Parecer:

Isto é uma história de embalar.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Pergunte-se ao Ministério Público se vai produzir um filme ou uma banda desenhada.»

O JUMENTO NOS OUTROS BLOGUES

  1. O "Parque dos Poetas" cita o post "as faces ocultas que gostava de conhecer".
  2. O "Fliscorno" sugere o post "mau tempo na democracia".

OLEG IGORIN

DRUGFREE AMERICA