sábado, janeiro 21, 2012

Cavaco anda no papel

 
Depois de Cavaco Silva ter admitido que as reformas que ele recebe não dão para as despesas, admitindo que os fatos que usa são restos de colecção gentilmente oferecidos pela Rosa & Teixeira, sabe-se agora como é que o Presidente da República sobrevive nestes tempos de crise, todos dias levanta-se de madrugada e vai em busca de papel e de sucata, é assim que o nosso Presidente da República sobrevive, andando ao papel. Aliás, o Presidente sempre andou aos papéis desde que chegou a Presidente da República, mas desta vez é mesmo a sério, como se pode ver pela imagem.

Compreende-se agora e até se perdoa que Cavaco tenha deixado passar o Orçamento de Estado depois de ter questionado a sua constitucionalidade desde o primeiro momento, como se percebeu, os pensionistas do Banco de Portugal ficaram fora dos cortes gasparianos, aliás, o ministro das Finanças e Cavaco Silva dividiram a despesa a meio, um ficava com os subsídios da pensão e o outro voltaria a ter subsídios quando deixasse o governo e regressasse ao Banco de Portugal.

O que pode fazer um chefe de família que recebe quase dez mil euros de pensões para enfrentar o aumento dos preços e os cortes do Gaspar? Tem mesmo de andar ao papel se quiser pagar as despesas do dia a dia, o condomínio da Quinta da Coelha e chegar ao Verão sem que a empresa das águas lhe tenha cortado o abastecimento para poder encher a sua piscina no Algarve.

Mal soube da triste situação, o ministro da caridadezinha pegou na sua Vespa, ligou o pirilampo de bolso que traz sempre consigo e acelerou a fundo para chegar à Travessa do Possolo. Depois de perguntar a vários sem abrigo se tinham visto o professor Cavaco e esposa no seu “passeio matinal” lá encontrou a família ecológica. Pediu ao professor que voltasse para casa antes que chegassem os fotógrafos e alguém concluísse que se estava a manifestar contra o governo, prometeu-lhe que se tivesse recebido alguma ajuda a mais não lhe seria exigido qualquer reembolso e ainda lhe garantiu que muito brevemente seria visitado pela assistente social da Junta de Freguesia da Lapa iria visitá-lo para combinar a entrega dos sacos de alimentos do Banco Alimentar Contra a Fome e mais uns cobertores porque o tempo faz frio.

Depois de saber da situação do idoso até Passos Coelho, que soube da situação através de um comentário desesperado no seu Facebook, telefonou todo condoído a Cavaco prometendo fazer alguma coisa, que não lhe podia acorrer já pois também estava à rasca para manter a casa de Massamá mais os cafés da esposa, mas que iria falar ao camarada da Three Goucer a ver se podia arranjar-lhe um lugarzinho como o do Catroga quando comprassem a REN.

O país ficou horrorizado, até houve pobres com a pensão mínima a oferecerem a sua pensão a Cavaco Silva para que pudesse suportar as despesas, a vaga de solidariedade não para e o Banco Alimentar Contra a Fome já equaciona mais uma operação nacional de recolha, mas desta vez para aceitar apenas dinheiro pois a situação da família Silva já não vai com latas de feijão e pacotes de arroz.

O país nunca sonhou ter um presidente tão miserável.
blog comments powered by Disqus